O uso de uma "carteira fria" é uma prática essencial quando se trata de armazenar bitcoins e outras criptomoedas. Uma carteira fria, também conhecida como armazenamento a frio, refere-se a uma carteira digital que é mantida em uma plataforma não conectada à internet. Essa abordagem protege a carteira contra acesso não autorizado, ataques cibernéticos e outras vulnerabilidades às quais uma carteira em um sistema online está sujeita.

O uso de uma “carteira fria” é uma prática essencial quando se trata de armazenar bitcoins e outras criptomoedas. Uma carteira fria, também conhecida como armazenamento a frio, refere-se a uma carteira digital que é mantida em uma plataforma não conectada à internet. Essa abordagem protege a carteira contra acesso não autorizado, ataques cibernéticos e outras vulnerabilidades às quais uma carteira em um sistema online está sujeita.

Métodos de Armazenamento a Frio

O armazenamento a frio é benéfico não apenas para investidores individuais, mas também para bolsas de criptomoedas e empresas envolvidas no espaço das criptomoedas. Além disso, o termo “armazenamento a frio” pode ser aplicado mais amplamente a outros métodos de armazenamento de dados inativos, como dados para conformidade regulatória, vídeos, fotografias e informações de backup.

Por que Você Precisa de uma Carteira Fria?

Quando uma conta bancária tradicional, como uma conta corrente, poupança ou cartão de crédito, é comprometida, o banco pode reembolsar o dinheiro perdido ou roubado ao titular da conta. No entanto, se sua conta ou carteira de criptomoedas for comprometida e suas criptomoedas forem roubadas, o proprietário não poderá recuperar suas moedas. Isso ocorre porque a maioria das criptomoedas são descentralizadas e não possuem o respaldo de um banco central ou governo. Portanto, os investidores de criptomoedas devem estar cientes das medidas de segurança necessárias para proteger suas moedas. Daí a necessidade de um meio seguro de armazenamento para bitcoins e altcoins.

Chaves Privadas e Públicas

Uma carteira de bitcoin está associada às chaves pública e privada de um proprietário de bitcoins. Todos os métodos de armazenamento de criptomoedas envolvem a proteção dessas chaves, pois elas fornecem acesso às moedas dentro da carteira. A chave privada de um proprietário de criptomoedas é uma sequência única de caracteres alfanuméricos necessária para acessar as criptomoedas do usuário para fins de gastos. A chave pública é semelhante a um nome de conta ou endereço de e-mail e ajuda a identificar um destino para as moedas que estão sendo enviadas para a carteira.

Carteiras Frias x Carteiras Quentes: Qual a Diferença?

Existem muitas maneiras de armazenar criptomoedas. Além do armazenamento a frio, um dos métodos mais populares é conhecido como “armazenamento quente”. As carteiras quentes estão sempre conectadas à internet, incluindo aplicativos de carteira e algumas carteiras fornecidas por bolsas de criptomoedas. Quais são as vantagens do armazenamento a frio em comparação com o armazenamento quente para criptomoedas?

Custo

Em termos de custo, as carteiras quentes geralmente saem na frente. A maioria das carteiras quentes é gratuita. As opções de carteira fria variam de gratuitas (no caso de uma carteira de papel, como descrito abaixo) a um custo de US$ 100 a US$ 200 para vários tipos de carteiras de hardware.

Experiência do Usuário

Como as carteiras quentes já estão conectadas à internet, tendem a ser as mais convenientes para os usuários. Não é necessário um passo adicional de conexão da carteira online para facilitar a transferência de tokens.

Segurança

A principal vantagem das carteiras frias sobre as carteiras quentes está na segurança. As carteiras quentes são altamente seguras, graças a diversas proteções criptográficas. No entanto, elas não podem se igualar à segurança das carteiras frias em geral.

Para resolver o dilema de escolher uma carteira quente ou fria como método de armazenamento, muitos investidores de criptomoedas usam ambas. É comum manter uma pequena parte de suas criptomoedas em uma carteira quente para facilitar transações rápidas e deixar a maior parte de suas moedas em uma carteira fria mais segura.

Como as Carteiras Frias Evitam Roubos?

Chaves privadas armazenadas em uma carteira conectada à internet são vulneráveis a roubos baseados em rede. Com uma carteira quente, todas as funções necessárias para concluir uma transação são feitas a partir de um único dispositivo online. A carteira gera e armazena chaves privadas, assina digitalmente transações usando chaves privadas e envia a transação assinada para a rede.

O problema é que, uma vez que as transações assinadas são transmitidas online, um atacante que rastreia as redes pode ter acesso à chave privada usada para assinar a transação.

Como Funciona o Armazenamento a Frio?

O armazenamento a frio resolve esse problema assinando a transação com as chaves privadas em um ambiente offline. Um método de armazenamento a frio não deve ter a capacidade de se comunicar com qualquer outro dispositivo eletrônico, a menos que seja fisicamente conectado a esse dispositivo quando você está acessando suas chaves.

Qualquer transação iniciada online é temporariamente transferida para uma carteira offline mantida em um dispositivo, como uma unidade USB, um disco compacto (CD), um disco rígido, papel ou um computador offline. A transação é então assinada digitalmente antes de ser transmitida para a rede online.

Como a chave privada não entra em contato com um servidor online durante o processo de assinatura, mesmo que um hacker online tenha acesso à transação, ele não poderá acessar a chave privada usada para ela. Em troca dessa segurança adicional, o processo de transferência de e para um dispositivo de armazenamento a frio é um pouco mais trabalhoso do que o processo de uma carteira quente.

Carteiras de Papel

A forma mais básica de armazenamento a frio é uma carteira de papel. Uma carteira de papel é simplesmente um documento que contém chaves pública e privada escritas. No caso de uma carteira de papel para bitcoins, um proprietário de bitcoins pode imprimir o documento a partir da ferramenta de carteira de papel de bitcoins online com uma impressora offline. A carteira de papel geralmente possui um código QR incorporado para facilitar a digitalização e assinatura de transações.

A desvantagem desse meio é que, se o papel for perdido, ficar ilegível ou for destruído, o usuário nunca poderá acessar o endereço onde estão seus fundos. Se você optar por esse método, certifique-se de ter uma caixa de segurança ou outro método de armazenamento seguro para a própria carteira de papel.

Carteiras de Hardware

Outra forma de armazenamento a frio é uma carteira de hardware que usa um dispositivo offline ou um cartão inteligente para gerar chaves privadas offline. A Ledger USB Wallet é um exemplo de uma carteira de hardware que usa um cartão inteligente para proteger chaves privadas. Outras carteiras de hardware populares incluem TREZOR e KeepKey.

O dispositivo se parece e funciona como uma unidade USB; é necessário um computador e um aplicativo baseado no Chrome para armazenar as chaves privadas offline. Você pode usar desde uma unidade de armazenamento USB padrão até um dispositivo avançado com bateria, Bluetooth, software e outras funcionalidades. Assim como uma carteira de papel, é essencial guardar esse dispositivo USB e cartão inteligente em um local seguro, pois qualquer dano ou perda pode impedir o acesso às bitcoins do usuário.

Dispositivos isolados não têm a capacidade de se conectar sem fio e são mais seguros do que aqueles que podem se conectar. Você pode comprar carteiras de hardware comerciais de revendedores e lojas; muitas delas são à prova d’água e à prova de vírus, e algumas até suportam transações de “assinatura múltipla” (multi-sig). A assinatura múltipla é um método de assinatura de criptomoedas que requer a aprovação de mais de um usuário para uma transação usando chaves privadas.

Carteiras Sonoras

As carteiras sonoras são uma forma obscura e cara de armazenar suas chaves, dependendo do meio escolhido. As carteiras sonoras envolvem a criptografia e gravação de suas chaves privadas em arquivos de áudio em produtos como CDs ou discos de vinil. O código oculto nesses arquivos de áudio pode ser decifrado usando um aplicativo de espectroscopia ou um espectroscópio de alta resolução.

Armazenamento Profundo a Frio

Colocar sua carteira de hardware em um cofre é seguro, mas não é considerado armazenamento profundo a frio, porque é fácil para você acessar. O armazenamento profundo a frio é qualquer método que seja muito inconveniente e exija tempo e esforço para recuperar suas chaves. Isso pode variar desde colocar sua carteira de hardware em um recipiente à prova d’água e enterrá-la a uma profundidade de seis pés em seu jardim até o uso de um serviço de terceiros que armazena suas chaves de criptomoedas em um cofre que requer várias etapas para acessar.

Enterrar suas chaves profundamente no jardim tem várias desvantagens, incluindo muita escavação e a necessidade de lembrar onde as enterrou, mas o mesmo ocorre com o serviço de cofre ultra-seguro. Os serviços de cofre geralmente exigem sua identidade, comprovante de endereço ou outros meios de identificação. Além disso, pode levar horas ou dias para acessar suas chaves, dependendo de onde elas estão fisicamente armazenadas.

Carteiras de Software Offline

Por fim, os usuários que procuram opções de armazenamento a frio também podem optar por carteiras de software offline, que são semelhantes às carteiras de hardware, mas são um processo mais complexo para os usuários menos técnicos. Uma carteira de software offline divide uma carteira em duas plataformas acessíveis – uma carteira offline que contém as chaves privadas e uma carteira online que possui as chaves públicas armazenadas.

A carteira online gera novas transações não assinadas e envia o endereço do usuário para o destinatário ou remetente no final da transação. A transação não assinada é transferida para a carteira offline e assinada com a chave privada. A transação assinada é então transferida de volta para a carteira online, que a envia para a rede. Como a carteira offline nunca se conecta à internet, suas chaves privadas armazenadas permanecem seguras. Electrum e Armory são frequentemente citados como as melhores carteiras de software offline na economia das criptomoedas.

Os usuários de criptomoedas devem garantir que a carteira de sua escolha seja compatível com as moedas com as quais realizam transações ou negociações, já que nem todas as carteiras suportam todas as criptomoedas.

O Armazenamento a Frio é a Melhor Opção para Criptomoedas?

O armazenamento a frio remove suas chaves privadas da carteira, tornando-o atualmente o melhor método para armazenar as chaves privadas de criptomoedas, porque impede que qualquer pessoa tenha acesso a elas.

O que Acontece Quando Você Coloca Criptomoedas em Armazenamento a Frio?

Quando você coloca suas chaves em armazenamento a frio, elas são removidas da carteira. Você ainda verá suas criptomoedas na carteira, porque a propriedade é registrada na blockchain, mas não poderá usá-las até mover as chaves que deseja usar de volta para a carteira.

A Carteira da Coinbase é um Armazenamento a Frio?

A carteira fornecida pela exchange Coinbase não é um armazenamento a frio. No entanto, a Coinbase oferece um cofre a todos os clientes, que pega as chaves privadas e as armazena offline. Para instituições, a exchange oferece armazenamento a frio por meio da Coinbase Custody, um fiduciário de terceiros com armazenamento offline.

Por que Precisamos de Carteiras Frias?

As carteiras frias são uma forma de manter tokens de criptomoedas offline para tentar evitar que hackers acessem os ativos do proprietário por meio de meios tradicionais de hackeamento da internet.

Como uma Carteira Quente se Compara a uma Carteira Fria?

As carteiras quentes geralmente são gratuitas, portanto, custam menos do que as carteiras frias, mas oferecem menos proteção contra roubo ou uso não autorizado em comparação com as carteiras frias. Como estão sempre conectadas à internet, as carteiras quentes costumam ser as mais convenientes para os usuários, uma vez que não há necessidade de uma etapa adicional para conectá-las online a fim de transferir tokens.

Atualizado em by Liticoin.com
Registro Rápido

Obtenha um Bônus de 50% agora. Até 90% de lucro em 60 segundos. Conta demo gratuita!!

90%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais Ilimitados! Depósito Inicial Não é Necessário.

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
O uso de uma "carteira fria" é uma prática essencial quando se trata de armazenar bitcoins e outras criptomoedas. Uma carteira fria, também conhecida como armazenamento a frio, refere-se a uma carteira digital que é mantida em uma plataforma não conectada à internet. Essa abordagem protege a carteira contra acesso não autorizado, ataques cibernéticos e outras vulnerabilidades às quais uma carteira em um sistema online está sujeita.
banner image