Investidores em ações entendem a importância de acompanhar de perto as tendências econômicas e usar indicadores de análise fundamental ao selecionar ações promissoras para suas carteiras. Além disso, familiarizar-se com os principais índices do mercado de ações é crucial, e um dos mais significativos é o índice Small Cap (SMLL), que representa ações de empresas com grande potencial de crescimento.

Investidores em ações entendem a importância de acompanhar de perto as tendências econômicas e usar indicadores de análise fundamental ao selecionar ações promissoras para suas carteiras. Além disso, familiarizar-se com os principais índices do mercado de ações é crucial, e um dos mais significativos é o índice Small Cap (SMLL), que representa ações de empresas com grande potencial de crescimento.

Estas empresas podem ser uma excelente escolha para diversificação, especialmente para aqueles que buscam maximizar seus retornos com ações. Neste artigo, exploraremos as características das ações Small Cap e aprofundaremos como esse índice funciona no mercado de ações. Vamos lá.

Compreendendo o Mercado de Ações e a Bolsa de Valores

O Que São Ações Small Cap?

Apesar de seu nome, ações Small Cap estão longe de serem pequenas. Na verdade, muitas delas são líderes em suas respectivas indústrias, como exploraremos mais adiante. O termo “Small Cap” se refere à capitalização de mercado dessas empresas, que é menor do que a das gigantes do mercado de ações, também conhecidas como ações blue-chip, que estão entre as mais negociadas no Ibovespa.

A capitalização de mercado (ou valor de mercado) corresponde ao número total de ações de uma empresa multiplicada pelo preço de suas ações. Este é um dos indicadores usados para avaliar empresas em comparação com outras listadas no mercado de ações.

Não há um padrão universal para o valor de mercado que determina se uma empresa se qualifica como uma ação Small Cap. Dependendo da análise conduzida por cada instituição financeira, a faixa de classificação pode considerar valores de alguns milhões a mais de R$6 bilhões ou até mais.

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) considera como Small Caps as empresas que não estão entre os 25 principais ativos do IBr-X.

Como não há consenso na classificação, outros critérios são frequentemente usados, além da capitalização de mercado, para identificar uma ação Small Cap, tais como:

  • Empresas novas ou em setores em expansão: Ações Small Cap normalmente exibem ambas as características.
  • Menor volume de negociação: Como são menos conhecidas do que as ações blue-chip, suas ações não têm o mesmo volume de negociação que as gigantes. Isso também as torna mais voláteis e, consequentemente, mais arriscadas.
  • Dividendos menores ou menos regulares: Ações Small Cap exigem reinvestimentos mais frequentes nos negócios, o que frequentemente resulta em pagamentos de dividendos mais baixos em comparação com empresas mais estabelecidas.

Explorando o Índice Small Cap (SMLL)

O Que É o Índice Small Cap (SMLL)?

O Índice Small Cap representa uma carteira teórica composta por ações e units de empresas deste segmento. Semelhante ao Ibovespa, que representa o desempenho das maiores empresas no mercado de ações, o Índice Small Cap faz o mesmo, mas com foco em empresas de menor capitalização de mercado.

O SMLL é um índice de retorno total, assim como o principal índice do mercado de ações brasileiro. Isso significa que ele reflete não apenas as flutuações de preço dos ativos que o compõem, mas também o impacto que os dividendos distribuídos pelos emissores teriam em seu retorno.

O índice exclui os Recibos de Depósitos Brasileiros (BDRs) e as ações de empresas sob recuperação judicial ou extrajudicial, sob administração temporária, intervenção ou qualquer outra situação de listagem especial.

Como o SMLL É Formado?

A composição do SMLL é determinada pela própria B3. De acordo com as regras, para que as ações e units sejam incluídas no índice, elas devem atender a todos os quatro dos seguintes critérios:

  • Presença em 95% das sessões de negociação durante a validade dos três portfólios anteriores.
  • Não estar na lista de ativos que representam 85% do valor de mercado das empresas listadas na B3.
  • Sua soma deve representar 99% do Índice de Negociabilidade nos três portfólios anteriores.
  • A ação ou unit não pode ser uma penny stock (avaliada em menos de um real).

A cada quatro meses, uma revisão do índice é realizada para avaliar a necessidade de modificações caso as empresas atuais não atendam aos critérios mencionados acima. Se isso ocorrer, os ativos não conformes serão substituídos.

Por fim, a representação de cada ativo no índice é determinada por seu respectivo free float (as ações em circulação).

A Relação Entre Small Cap e Ibovespa

Visto que ambos os índices refletem as flutuações no mercado de ações brasileiro, eles muitas vezes se movem na mesma direção, mas não com a mesma intensidade. No gráfico abaixo, é possível observar o desempenho de SMLL e IBOV desde agosto de 2018:

É perceptível que, embora geralmente se movam na mesma direção, há momentos em que se divergem. Essas discrepâncias ocorrem porque as ações Small Cap e as blue-chips (representadas pelo Ibovespa) reagem de maneira diferente a certas variáveis que afetam a economia.

Uma razão para essas diferenças é o foco de mercado respectivo. Ao contrário dos principais players do mercado de ações, que são principalmente exportadores, as empresas de médio porte estão mais concentradas no mercado interno, particularmente em setores como varejo, construção ou tecnologia.

Em outras palavras, a exposição ao mercado internacional pode compensar potenciais períodos de turbulência econômica doméstica.

Assim, se a economia no país estiver mais fraca do que no exterior, o desempenho das exportadoras tende a ser menos afetado do que o das empresas dependentes exclusivamente dos gastos dos consumidores locais. Em tais situações, é natural que o Ibovespa supere o SMLL.

Por outro lado, quando o cenário econômico doméstico está aquecido e há uma maior disposição para gastar, empresas da nova economia entram em destaque.

Nesses momentos, ações Small Cap, especialmente as menos conhecidas, podem oferecer retornos bem acima do Ibovespa, pois suas ações ainda estão subvalorizadas.

Outro fator que afeta o desempenho dessas ações é a menor previsibilidade dos resultados, o que é típico das empresas imaturas.

Em tempos de instabilidade econômica ou recessão, é comum que investidores no mercado de ações busquem refúgios mais seguros e prefiram a estabilidade das gigantes, mesmo que o potencial de ganho possa não ser tão significativo.

As Ações que Compõem o SMLL

O número de empresas no Índice Small Cap pode variar a cada revisão, geralmente girando em torno de 100. Ao contrário do Ibovespa, que é fortemente concentrado em commodities e no setor financeiro, o SMLL abrange vários setores em proporções aproximadamente iguais.

Nomes como Embraer (EMBR3), Aliansce Sonae (ALSO3), Gol (GOLL4), Taesa (TAEE11), 3R Petroleum (RRRP3), GPA (PCAR3), Petrorecôncavo (RECV3), Fleury (FLRY3), Usiminas (USIM5), Marcopolo (POMO4), Arezzo (ARZZ3), AES Brasil (AESB3) e Copasa (CSMG3) são frequentemente vistos no índice.

Você pode acompanhar a carteira atualizada do SMLL no site da B3.

Qual É o Melhor Momento para Investir em Small Caps?

Conforme discutimos, as ações Small Cap tendem a ser mais voláteis do que as gigantes do mercado de ações, sofrendo mais durante as recessões econômicas e se saindo melhor durante os períodos de crescimento. Portanto, é melhor investir nessas empresas durante os períodos de expansão econômica. Os momentos de corte na taxa de juros podem sinalizar um bom momento para as ações Small Cap.

No entanto, é essencial entender que esta categoria é bastante diversificada. Existem ações Small Cap de alta qualidade negociadas a preços atrativos na bolsa de valores, mas também existem empresas superavaliadas ou que atuam em segmentos de negócios mais frágeis. Portanto, é crucial analisar os fundamentos de cada oportunidade para tomar decisões de investimento informadas.

Em conclusão, as ações Small Cap oferecem um caminho único para a diversificação e o potencial de ganhos substanciais, mas exigem uma consideração cuidadosa e um entendimento mais profundo de suas dinâmicas. Quando as condições econômicas são favoráveis, elas podem brilhar, tornando-as uma perspectiva atraente para investidores experientes.

Atualizado em by Liticoin.com
Registro Rápido

3 Estratégias pré-construídas Incluídas, automatize suas ideias de negociação sem escrever código .

100%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais Ilimitados! Depósito Inicial Não é Necessário.

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
Investidores em ações entendem a importância de acompanhar de perto as tendências econômicas e usar indicadores de análise fundamental ao selecionar ações promissoras para suas carteiras. Além disso, familiarizar-se com os principais índices do mercado de ações é crucial, e um dos mais significativos é o índice Small Cap (SMLL), que representa ações de empresas com grande potencial de crescimento.
banner image