O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as ‘moedas de commodity’, que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Neste artigo, vamos explorar as principais moedas de commodity do mundo e explicar como elas funcionam. Também abordaremos as vantagens e desvantagens de negociar com essas moedas, para que os leitores estejam melhor preparados para se envolver no comércio de moedas de commodity e aumentar suas chances de sucesso.

O que é uma moeda de commodity?

Para compreender o que é uma moeda de commodity, devemos primeiro examinar o significado de cada componente do termo.

O que é uma commodity?

Commodities são bens básicos ou recursos naturais usados no comércio de forma intercambiável com outras commodities do mesmo tipo. Elas são frequentemente empregadas na produção de outros bens ou serviços. Alguns dos mais negociados são petróleo bruto, gás natural, ouro, prata e cobre. Para uma análise mais aprofundada sobre a negociação de commodities, leia o artigo detalhado da Traders Union sobre como ganhar dinheiro com commodities.

O que é uma moeda?

Uma moeda é uma padronização de dinheiro vinculada a uma nação específica. Cada país possui sua própria moeda usada para a troca de bens, embora alguns grupos de países possam usar a mesma moeda, como a União Europeia e o Euro. Quando uma moeda é trocada por outra para facilitar a troca de bens entre países, forma-se um par de moedas. Por exemplo, se você negociar dólares americanos por euros, terá um par de moedas chamado EUR/USD. Traders e investidores negociam diferentes pares de moedas na tentativa de obter lucro com os movimentos das taxas de câmbio. Leia nosso artigo especializado da Traders Union para obter mais informações sobre pares de moedas e como negociá-los.

Moedas de Commodity

Moedas de commodity são definidas como aquelas cujo valor tem uma correlação direta com o preço de commodities específicas. Países importantes dependentes da exportação de matérias-primas geralmente são lar de moedas de commodity. Por exemplo, países como Austrália, Canadá e Nova Zelândia dependem da exportação de várias commodities, tornando suas moedas, respectivamente, o dólar australiano (AUD), dólar canadense (CAD) e dólar neozelandês (NZD), classificadas como moedas de commodity.

Dólar Australiano (AUD)

A Austrália é um país vasto, rico em recursos naturais e é um grande exportador de commodities como minério de ferro, carvão, ouro e urânio. Devido à sua grande produção e exportação de commodities, os preços destas impactam diretamente o valor do dólar australiano (AUD).

Austrália possui fortes laços comerciais com a potência industrial que é a China, responsável por mais de um terço de suas exportações. Quando a economia chinesa está indo bem, o AUD também se destaca. Da mesma forma, quando há uma queda na economia chinesa, o AUD provavelmente se depreciará, já que a demanda da China por recursos impacta diretamente a produção da Austrália.

O preço do ouro também tende a se correlacionar positivamente com o valor do AUD. Portanto, quando o preço do ouro aumenta, o par AUD/USD geralmente sobe de preço também. Confira nossas análises especializadas e atualizadas sobre os movimentos do AUD/USD.

Dólar Canadense (CAD)

O Canadá abriga a 9ª maior economia do mundo e é o 9º maior exportador de commodities. Os principais produtos e exportações do Canadá são petróleo bruto/petróleo, ouro, gás natural, cloreto de potássio e carvão, embora a exportação e produção de petróleo superem em muito a de outros produtos.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Maiores exportações do Canadá em 2021 (Fonte: ExportGenius)

75% do total de exportações canadenses acabam nos EUA, então suas economias estão inextricavelmente ligadas. O Canadá é o quinto maior produtor de petróleo do mundo, com mais de 4,5 bilhões de barris produzidos por dia. É o terceiro maior exportador de petróleo do mundo e possui as quarta maiores reservas de petróleo.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Índice do Dólar Canadense (CXY) e Correlação de Preços do Petróleo (Amarelo) (Fonte: TradingView)

A grande maioria das exportações de petróleo do Canadá vai para os EUA, fazendo com que o par de moedas USD/CAD esteja fortemente correlacionado com os preços das commodities. Como o petróleo é a contribuição mais significativa do Canadá para as divisas estrangeiras, quando os preços do petróleo sobem, os movimentos do dólar canadense tendem a se correlacionar positivamente com esses preços.

Dólar Neozelandês (NZD)

A Nova Zelândia é uma grande exportadora de produtos lácteos, carne, toras e outros produtos de madeira. A maioria das exportações desse pequeno país oceânico vai para a China (23%) e a Austrália (16%), embora também seja uma importante exportadora para os EUA e a União Europeia. O dólar neozelandês também tem uma forte conexão com o preço do ouro.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Correlação entre o Índice de Preços de Commodities da Nova Zelândia e o dólar neozelandês (fonte: ResearchGate)

O par de moedas NZD/USD, às vezes chamado de “Kiwi”, historicamente mostrou uma correlação positiva com o desempenho do mercado de commodities da Nova Zelândia. A principal exportação da Nova Zelândia são produtos lácteos, especificamente leite em pó. O preço dessas commodities pode dar aos traders uma visão extra sobre os movimentos de preços do NZD.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Correlação entre a taxa de câmbio NZD/USD e o WMP (Fonte: interest.co.nz)

A Traders Union fornece insights diários e análises sobre o preço do NZD/USD, que você pode acompanhar aqui.

Coroa Norueguesa (NOK)

Embora a Noruega seja um país pequeno, com uma população de apenas 5,4 milhões, sua economia foi uma das mais rápidas em crescimento entre as economias avançadas em 2022, de acordo com o FMI. O país nórdico também é rico em recursos e é o 8º maior exportador de petróleo do mundo. Suas principais exportações são gás de petróleo, petróleo bruto, peixe fresco, petróleo refinado e alumínio bruto.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Correlação entre NOK/USD e preços do petróleo (Fonte: CME group)

A moeda da Noruega é a coroa norueguesa (NOK). A maior parte das exportações norueguesas vai para países europeus como Alemanha, França e Bélgica, que utilizam o euro (EUR), e para o Reino Unido, onde a libra esterlina (GBP) é utilizada. Eles também exportam para os EUA (USD). Como a Noruega é uma grande exportadora de commodities, especialmente petróleo, há uma forte correlação entre o desempenho do NOK e o preço do petróleo.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Correlação entre EUR/NOK e preços do petróleo (Fonte: SEB Research)

Pares de moedas com a coroa norueguesa, como USD/NOK, EUR/NOK e GBP/NOK, frequentemente mostram uma correlação positiva com os movimentos dos preços do petróleo.

Rand Sul-Africano (ZAR)

A África do Sul abriga a segunda maior economia africana e é uma grande produtora de commodities-chave, como ouro, platina, diamantes e cromo. A África do Sul é a principal exportadora de recursos para outros países africanos, embora outros parceiros comerciais proeminentes sejam Alemanha, EUA, China, Japão, Reino Unido e Espanha, resultando em alta demanda pelo rand sul-africano (ZAR).

O par de moedas USD/ZAR tem alguma correlação com os preços das commodities, como ouro e platina. No entanto, vale ressaltar que a correlação não é tão forte quanto em outros pares de moedas de commodity, segundo uma análise da Core Research. No entanto, pesquisas mais recentes mostram uma correlação inversa entre os preços das commodities e o preço do USD/ZAR.

O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.

Correlação entre mudanças invertidas em USD/ZAR e mudanças nos preços das commodities (Fonte: PoundSterlingLive)

Prós e contras de negociar moedas de commodity

Assim como na negociação de todas as moedas, existem vantagens e desvantagens. A importância de cada uma dependerá da sua estratégia como trader.

Prós

Retornos Atrativos: Aumentos nos preços das commodities proporcionam oportunidades únicas de negociação com moedas de commodity, devido à sua correlação. Traders podem se beneficiar de tendências nos mercados de moedas e commodities.

Portfólio Diversificado: Moedas de commodity oferecem a oportunidade de diversificação, pois são influenciadas pelos preços das commodities, em vez de apenas fatores econômicos. Por exemplo, se o USD enfraquece, ter AUD ou CAD pode equilibrar o risco, pois seu valor muitas vezes está ligado aos preços das commodities.

Estabilidade: Economias impulsionadas por commodities podem experimentar estabilidade e crescimento durante períodos de preços elevados de commodities, mesmo quando outros indicadores econômicos estão abaixo do esperado.

Proteção contra Inflação: Moedas de commodity ligadas a países ricos em recursos naturais podem proteger contra a inflação. À medida que os preços das commodities sobem com a inflação, essas moedas tendem a se fortalecer, preservando o poder de compra e compensando o impacto do aumento dos preços. Por exemplo, se o preço do ferro estivesse aumentando (inflação), é provável que o preço do AUD subisse, mantendo assim o poder de compra.

Especulação: Moedas de commodity podem ser usadas para especular sobre o preço futuro das commodities. Por exemplo, se um trader espera preços mais altos do petróleo, pode investir no dólar canadense (CAD), pois seu preço deve se correlacionar com o aumento dos preços do petróleo.

Contras

Volatilidade: Moedas de commodity podem ser voláteis e ver grandes flutuações. Como são sensíveis a esses movimentos, os traders podem estar expostos à volatilidade.

Dependência Econômica: Economias dependentes de commodities são mais vulneráveis ​​a mudanças na demanda global e instabilidade política. Isso pode impactar o valor de suas moedas.

Excesso de Dependência na Correlação: Como trader, depender demais da correlação entre o preço de uma commodity e uma moeda de commodity pode levar a decisões comerciais ruins. Por exemplo, suponha que o Canadá tivesse um escândalo político inesperado, mas as commodities continuassem se saindo bem. Um trader que dependesse demais da correlação poderia tomar decisões comerciais inadequadas com base em expectativas.

Conclusão

Embora negociar moedas de commodity ofereça a oportunidade de obter lucro com as correlações entre os preços das commodities e os pares de moedas, não garante lucro. Elas proporcionam um paradigma analítico adicional para tomar decisões comerciais mais precisas, embora não sejam infalíveis. Negociar moedas de commodity pode ser mais fácil para aqueles com experiência em commodities, pois oferecem uma compreensão mais clara do mercado Forex.

Como sempre, é crucial que os traders conduzam sua própria pesquisa e gerenciem cuidadosamente o risco, pois a negociação de moedas de commodity traz seus próprios riscos exclusivos.

Atualizado em by Liticoin.com
Registro Rápido

Duplitrade: Esta ferramenta de negociação automatizada e amigável não requer nenhuma instalação ou download.

93%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais Ilimitados! Depósito Inicial Não é Necessário.

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
O mercado Forex abriga uma miríade de pares de moedas, tornando-se desafiador entender como todos operam e o que os distingue uns dos outros. É aqui que entram as 'moedas de commodity', que tendem a se comportar em correlação com os movimentos de preços de vários recursos naturais e bens.
banner image