“Temos dados concretos dos serviços de inteligência que nos permitem concluir que a Rússia não só quer sabotar a cimeira de paz na Suíça, mas tem um plano concreto para o fazer”, escreveu Zelensky na rede social X. “Parte deste plano é tentar reduzir o número de países participantes e procurar formas de evitar esforços


“Temos dados concretos dos serviços de inteligência que nos permitem concluir que a Rússia não só quer sabotar a cimeira de paz na Suíça, mas tem um plano concreto para o fazer”, escreveu Zelensky na rede social X.

“Parte deste plano é tentar reduzir o número de países participantes e procurar formas de evitar esforços de paz a longo prazo”, acrescentou.

Zelenski apelou para contrariar estes planos de Moscovo, unindo os aliados para uma paz duradoura.

“Todos temos o mesmo interesse em forçar a Rússia a respeitar a paz e a lei internacionais”, disse ele.

A cimeira pela paz na Suíça, que terá lugar de 15 a 16 de junho, “oferece uma possibilidade real para uma paz justa e para restaurar o pleno cumprimento do direito internacional”, acrescentou o chefe de Estado ucraniano.

Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros suíço, Ignazio Cassis, disse na terça-feira que a Rússia “deve unir-se” para tornar possível um processo de paz na Ucrânia, que o governo suíço espera que resulte de uma conferência de alto nível que o organiza em meados de junho.

“Não pode haver um processo de paz na Ucrânia sem a Rússia”, afirmou o ministro suíço, citado pela EFE.

A conferência de paz sobre a Ucrânia foi convocada pelo governo suíço em resposta ao pedido do governo de Kiev para acelerar a sua convocação, apesar da participação improvável da Rússia.

Na ausência da Rússia, a conferência “não tem garantia de sucesso”, disse Cassis, mas preferiu “dar um passo em frente e iniciar um diálogo”, uma vez que não há outro processo de paz em curso para pôr fim à guerra na Ucrânia.

Serão convidados para a reunião os países e entidades que possam influenciar as partes envolvidas no conflito, com o intuito de lançar as bases de um plano comum e concreto que permita a integração da Rússia no processo de paz.

Neste sentido, Cassis disse que o diálogo com a Índia e a China e com os países do Sul Global “é muito importante” para envolver a Rússia.

Editor: CLB

Atualizado em by Coinbase
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Registro Rápido

Corretora regulamentada. Conta Demo com $10.000 em fundos virtuais Grátis!

92%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais Ilimitados! Depósito Inicial Não é Necessário.

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
“Temos dados concretos dos serviços de inteligência que nos permitem concluir que a Rússia não só quer sabotar a cimeira de paz na Suíça, mas tem um plano concreto para o fazer”, escreveu Zelensky na rede social X. “Parte deste plano é tentar reduzir o número de países participantes e procurar formas de evitar esforços
banner image